09 Jun 2019

Generic placeholder image

O que fazer para ser salvo? O que fazer para não ser condenado? Estas duas perguntas, embora distintas, buscam solucionar a mesma questão. Como em toda Bíblia não há uma terceira via ou alternativa, mas apenas duas: Sim ou não (Mt 5.37); Larga ou estreita (Mt 7.13); Maioria ou minoria (Ex 23.2); Quente ou frio (Ap 3.16); Verdade ou mentira (1Jo 2.4) Benção ou maldição e Vida ou Morte (Dt 30.19), da mesma forma só existe duas sentenças: absolvição ou condenação. Absolvição significa a entrada na vida eterna e condenação a morte eterna. Jesus nos ensinou o que fazer para não sermos condenados. OUVIR e CRER no Pai - nAquele que enviou Jesus Cristo, Seu unigênito para nos salvar, é a única garantia de que não seremos condenados. Se o CRER (fé) vem pelo OUVIR a Palavra de Deus (Rm 10.17), logo entendemos que OUVIR significa: Tomar conhecimento da verdade e colocá-la em prática imediatamente. É a obediência a Palavra de Deus, acreditando em todas as suas promessas que gera a fé genuína nas mentes dos fiéis. Fé nas promessas que nunca foram vistas - naquilo que não se pode ver (Hb 11.1). É a crença nas grandíssimas e preciosas promessas de Cristo, que faz do novo homem (nova criatura espiritual), um participante da natureza divina (2Pd 1.4). A fé genuína conduz o homem a um relacionamento tão profundo com o Pai e Filho, que o faz participante dos conselhos celestiais, compreendendo toda a vontade de Deus para ele e para todos os demais componentes da igreja de Cristo. Lembre-se: tudo começa quando ouvimos... Deus seja louvado! Amém.