20 Mai 2019

Generic placeholder image

Quão terrível é ter um inimigo ameaçador à espreita para dar o bote a qualquer momento. O sono não vem; o apetite vai embora; a paz da lugar ao medo e a alegria é substituída pela tristeza. Um sentimento de impotência e desanimo toma conta do perseguido, mas outro sentimento, inversamente proporcional, traz força e esperança quando se encontra alguém mais poderoso que o inimigo e que se propõe a defender o oprimido. Os grandes inimigos do homem são muitos, mas todos tem origem no pecado: dúvida, medo, ciúmes, insegurança, doenças e até pessoas. Quando não temos um protetor, um porto seguro, até os pequenos inimigos se tornam monstros gigantescos. Deus, o nosso Pai Celeste, nos enviou o Seu Filho amado para vencer todos os inimigos e isso já aconteceu lá no Calvário. Jesus, o grande vencedor, nosso Senhor e Salvador, é o grande príncipe dos exércitos do Pai, e não há quem O possa enfrentar. Ele nos diz: "Estou contigo!" e não há inimigo que o possa derrotar. Todos os que quiserem ameaçar os Seus discípulos serão envergonhados e cairão por terra. Fracasso, vergonha e desonra serão as suas recompensas, todas as vezes que intentarem contra os filhos de Deus. Deus nos chamou para sermos filhos e não órfãos abandonados. Sua mão está estendida para nos ajudar. Não devemos baixar a cabeça diante de qualquer ameaça, mas levantá-la e enxergar o quão grande é o nosso Deus. Deus seja louvado! Amém.