23 Mar 2020

Generic placeholder image

A Fragrância é uma mistura de matérias-primas, podem ser extratos de fontes naturais ou produzida sinteticamente. A fragrância é o produto final do perfume. Não podemos ver a fragrância, apenas senti-la. O olfato é um dos sentidos que pode nos fazer perceber a presença  de alguém. O conhecimento da pessoa de Deus, o Pai, é nos concedida por Cristo, comparado a um perfume agradável, que com sua fragrância rara, inigualável, preciosa e gostosa, dissemina o mais precioso de todos os conhecimentos (2Co 2.15). Esse conhecimento ao ser borrifado no ambiente pode se dissipar e perder-se no ar, mas quando o perfume é borrifado em alguém, no corpo e nas vestes, permanece por muito mais tempo. Da mesma forma os servos de Cristo disseminam o conhecimento de Deus, por Jesus e de Jesus, fazendo o mundo sentir os ares da vida eterna (João 17.3). Poderiam ser anjos a pregar o evangelho do reino, mas foi concedido tal honra aos homens. Difundir o aroma da verdade, liberdade, vida e salvação, é uma missão daqueles que experimentaram a mentira, prisão, morte e perdição, respectivamente. Do mal cheiro ao aroma suave, assim testemunham os resgatados por Cristo da vida de pecados. Que tipo de fragrância você carrega no seu corpo/vida? É o conhecimento da verdade bíblica, pura, direto da fonte ou aromas desagradáveis que não faz bem aos sentidos, cheios de dúvida, produzidas pelas instituições religiosas? O perfume que devemos levar conosco é Cristo.  Sua fragrância agrada as narinas de todos os homens. Deus seja louvado! Amém.