25 Mar 2020

Generic placeholder image

Deus nos conhece de forma tão profunda, que sabe até quantos cabelos existem em nossa cabeça (Mt 10.30). Essa força de expressão, na verdade está diminuindo o poder ilimitado de Deus, pois sabe muito além de toda a cadeia do DNA de cada um dos seres vivos. E vai além… ELE sabe o que passa no interior do homem, em sua mente, os mais profundos desejos do coração ao ponto deles nem ter subido ainda a razão (Sl 139.23). Numa relação entre duas pessoas onde só um lado se interessa em conhecer o outro, é injusta e desigual e não combina com o caráter do Senhor, que é justíssimo. ELE nos conhece e quer Se dá à conhecer a cada um que busca relação pessoal com ELE. O amor verdadeiro vem com o conhecimento do outro. Se o homem tivesse profundo interesse em conhecer a Deus, o Pai, através de Jesus Cristo, buscaria se relacionar com Cristo de forma íntima e profunda. Jesus Cristo deu testemunho que conhecia, como ninguém, a pessoa do Pai, ao ponto de afirmar com certeza: “O Pai me ama!” (João 10.17). Embora nós não encontremos Jesus dizendo: “Eu amo ao meu Deus e Pai!”, isso fica subentendido de forma mais profunda ainda pelo testemunho do relacionamento íntimo e profundo dos dois: “Eu e o Pai somos um!” (João 10.30); ou “O Pai está em mim e eu nele.” (João 10.38). Essa é a grande razão pela qual Cristo viveu sem medos. Nem a morte o assustava, mas voluntariamente resolveu dar a vida pelas ovelhas como um bom pastor. Você sabia que Deus te ama da mesma forma? Busque conhecê-Lo! Deus seja louvado! Amém.