01 Mar 2019

Generic placeholder image

Na era das mídias sociais, onde se pode publicamente expor preferências e paixões para o mundo inteiro, pela rede mundial de computadores (internet), que tipo de testemunho você tem deixado para os seus "seguidores"? Seria uma foto vestido com a camisa do seu time de futebol favorito, do qual é fanático, com uma mensagem de amor infinito? Seu perfil é um altar para adorar esposa, filhos ou ostentação de riquezas? Seria um altar à própria adoração com imagens de si mesmo, de todos os ângulos e de vários momentos? O que estamos confessando ao mundo? É uma necessidade vital confessar a Cristo como nosso Senhor e Salvador pessoal. O Filho de Deus que nos libertou do pecado e da opressão, deve ser o assunto prioritário em nossas vidas ou não compreendemos ainda o tamanho de Sua obra redentora em nosso favor. Não queremos afirmar aqui que é pecado postar uma foto nas mídias sociais, mas queremos falar de prioridades. Queremos falar de testemunho, pois "onde estiver o teu tesouro, lá vai estar o teu coração" (Mt 6.21), pois a boca só fala do que o coração está cheio (Mt 12.34). Muitas pessoas têm dado seu testemunho no espaço virtual e nem têm se tocado de que seus testemunhos são frívolos, fúteis, vangloriosos, inúteis e tacanhos. Jesus Cristo não é lembrado, não é prioridade. Não confessam Cristo às pessoas, mas querem ser ouvidas por Ele e querem o Seu perdão, misericórdia e amor nos tempos difíceis. Confessemos ao Senhor enquanto se pode confessar. Deus seja louvado! Amém.