06 Abr 2019

Generic placeholder image

No livro do evangelho de Mateus, do capítulo 5 ao 7, encontramos o famoso sermão da montanha. Nesse sermão está a estrutura basilar, primária, da sã doutrina do cristianismo. Dentre muitos ensinamentos, no capítulo 6, Cristo enfatiza dois temas importantíssimos: (1) dar esmolas (Mt 6.1-4) e sobre (2) a prática da oração (Mt 6.5-7). Ele começa a ensinar apontando como não fazer, como os religiosos que oravam em pé nas sinagogas, apenas para serem vistos pelos homens e aqueles que davam esmolas e faziam tocar trombetas para chamar a atenção para seus atos de suposta bondade, mas eram pura hipocrisia. Você tem visto cristãos publicarem fotos e vídeos nas mídias sociais, divulgando suas ajudas às pessoas, fazendo doações de roupas, comidas e presentes? A doutrina cristã tem sido banalizada por ações como estas. Na era das “selfs” é muito importante conhecer a pessoa de Cristo, primeiro, para ser um hipócrita. Muitos cristãos de hoje não são muito diferentes daqueles que foram reprovados por Cristo nos evangelhos. O mandamento de Cristo é: “Não vos assemelheis a eles”. Eles buscavam glórias para si mesmo. Eles não compreendiam e nem aceitavam a mensagem espiritual que Jesus estava passando: (1) Oração: oportunidade de se relacionar intimamente com o Pai e receber dEle tudo o que precisamos e (2) Esmola: daquilo que recebemos de Deus, devemos compartilhar com as pessoas, criando um relacionamento com o próximo. Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo. Tudo começa com duas práticas simples, assim nos ensinou o Filho de Deus. Deus seja louvado! Amém.