10 Dez 2018

Generic placeholder image

Estudiosos propõem que a Epístola ou Carta aos Efésios, do apóstolo Paulo, tenha sido escrita entre os anos 55 a 57 dC. Aproximadamente vinte e seis (26) anos da ascensão de Cristo aos céus e sentar à direita de Deus - da Majestade, conforme testemunhou Estêvão no ano 34 dC (At 7.56). Cristo já havia sido entronizado à direita de Deus quanto Paulo escreveu ao Efésios. Deus já o havia feito Senhor e Lhe dado um nome acima de todo o nome e O exaltado a mais alta posição (At 2.36 e Fl 2.9). Ainda assim, mesmo depois de entronizado e glorificado, o Pai continua sendo o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo. Esse mesmo Deus e Pai é quem nos abençoa com todas as bênçãos espirituais nas "regiões celestiais" (na mente), através do espírito de Cristo, enviando o espírito do Seu Filho amado aos nossos corações, nos trazendo discernimento espiritual para clamar: "Aba Pai" (meu Pai). Não há bênção maior que o discernimento espiritual para compreender o Pai e Seu Filho. É dessa compreensão que entendemos o nosso papel de filhos adotados pelos méritos de Cristo e amor do Pai. É imitando Cristo, o irmão mais velho (Jo 20.17), que seremos vitoriosos como Ele é. Deus seja louvado! Amém.