25 Fev 2019

Generic placeholder image

Não foi fácil para o patriarca Josué assumir o posto de grande líder ocupado por Moisés sobre o povo hebreu. Liderar um povo rebelde e conviver com vizinhos ameaçadores por todos os lados, eram grandes provas para um homem. Filho de escravo e não preparado nas melhores academias para ser líder, tinha "apenas" ao seu favor a fé no Deus único. Demonstrou isso quando foi enviado a espiar a terra de Canaã juntamente com mais 11 companheiros, mas a maioria deles (10) pintaram um quadro negativo para não habitarem a terra que Deus havia prometido. Um homem de fé que não olhava para o tamanho dos obstáculos. O importante para ele era saber se o chamado era de Deus e para fazer a vontade de Deus. O segredo do grande líder que Josué se tornou não está no conhecimento acadêmico, títulos ou mesmo experiência prática na liderança, mas na sua inteira confiança no SENHOR, fazendo-se inteiramente dependente das orientações de Deus, por Sua Palavra e presença. Provavelmente, Josué entendia que a obra era de Deus e só ELE sabia o melhor caminho, escolhas e atitudes. A humildade de Josué em reconhecer sua pequenez, fez com que Deus enviasse o Príncipe de Seu exército para um encontro especial com ele, antes de um grande desafio. Após o enviado de Deus se identificar e antes de pedir para que Josué retirasse as sandálias dos pés, pois o lugar havia se tornado santo pela Sua presença, Josué se disponibilizou para qualquer que fosse a ordem: "Que diz meu senhor ao seu servo?" Não existia missão impossível para o humilde servo, mas disponibilidade. O quanto estamos disponíveis para fazer a vontade de Deus, mesmo nos considerando incapazes? Deus seja louvado! Amém.