Pão Matinal (12 Mai 22)

Generic placeholder image

YAHWÉH: O DEUS DO IMPOSSÍVEL

As limitações do homem deveriam fazê-lo refletir sobre suas inúmeras fragilidades, e com isso tornar-se mais humilde.

Há uma infinidade de coisas simples que o homem não pode fazer. Uma simples formiga consegue transportar 100 vezes o seu próprio peso, mas a maioria dos homens adultos não conseguem levantar seu próprio peso. Alguns, mal conseguem conduzir seu próprio corpo.

Esse simples exemplo demonstra as grandes limitações do homem.

As Escrituras Sagradas também nos apresenta, de forma implícita, as limitações do homens que resolveram buscar ao Senhor por reconhecer suas limitações:

1. Era impossível para Jairo, diretor de uma sinagoga judaica, um religioso dedicado, curar a doença de sua filha. Muito menos pensar na ideia de ressuscitá-la pela sua fé em Deus (Lc 8);

2. Era impossível para uma senhora de um pequeno e esquecido vilarejo chamado Naim, viúva e que acabara de perder seu único filho, encontrar razão para viver (Lc 7);

3. Era impossível para um homem paraplégico que vivia deitado num leito há trinta e oito anos, ao menos descer no tanque de Betesda. Pior ainda, seria pensar em ser curado diante de tanta concorrência (João 5);

4. Era impossível viver com a doença mais terrível e sem cura, chamada lepra. O leproso precisa sair gritando nas ruas: “imundo, imundo, imundo, […]”, anunciando sua humilhante desgraça, evitando a aproximação de alguém (Mt 8);

5. Era impossível conseguir a sanidade mental para um homem que morava nos sepulcros, isolado da civilização, pois atacava as pessoas, devido a legião de demônios que dominavam sua mente (Mc 5);

6. Era impossível para a ciência de sua época (e talvez a presente) curar uma senhora que tinha uma hemorragia há doze anos, vivendo na vergonha e na humilhação (Mc 5);

7. Era impossível para alguém cego de nascimento, e já depois de adulto enxergar a luz do dia (João 9)…

Sozinhos, até as coisas simples podem parecer impossíveis, pois sem Cristo nada poderemos fazer (João 15.5).

Tudo aquilo que eu e você julgamos impossível, é possível para Deus. É a fé a chave para abrir as portas do impossível. Basta crer, pois tudo é possível ao que crê (Mc 9.23).

Deus e Cristo Jesus sejam louvados! Amém.