Pão Matinal (17 Set 21)

Generic placeholder image

SÓ CRISTO PURIFICA

O rei Davi sentia-se impuro (espiritualmente) devido aos seus pecados. Ele pede para que o Senhor o purifique do seu pecado, lavando-o completamente de sua iniquidade (Sl 51.2). Ele pede ainda que seja lavado e purificado com hissopo, para que fique branco como a neve (Sl 51.7).

Hissopo é uma planta de onde se extrai um óleo antibactericida e muito utilizado para tratamentos de pele. Obviamente, Davi não estava se referindo a uma doença de pele, mas do espírito.

Ananias também apelou a Paulo para que se levantasse, se batizasse e lavasse os seus pecados (At 22.16).

A água era um item, sempre presente nas cerimonias do santuário terrestre, e juntamente com o sangue, um líquido ainda mais precioso, eram os principais agentes que simbolizavam a purificação do pecador. Afinal, é o sangue de Cristo que nos purifica de todo o pecado (1Jo 1.7).

Além de Davi, Paulo e tantos outros homens de Deus, Pedro teve a mais vivida e marcante experiência sobre o ensino da purificação. O próprio Senhor Jesus Cristo lhe fez a grande revelação.

Cristo disse: “Se EU nos os lavar…”, falando com Pedro, mas se dirigindo aos demais discípulos. Ninguém, a não ser Cristo, pode lavar e purificar o ser humano.

As instituições religiosas não podem purificar o homem, mesmo que gritem aos quatro cantos: “Nós somos a igreja verdadeira. Vocês precisam se batizar aqui para serem salvos”.

Os líderes religiosos também não podem purificar o homem, mesmo que imponham as mãos sobre eles e lhes prometam bênçãos e poder. Se são eles quem purificam seus membros, logo esses homens não seguem a Cristo, mas aquele que os “purificaram”. Não é atoa que a maioria esmagadora dos professos cristãos de hoje seguem homens e não a Cristo.

Cristo continua: “Você não terá parte comigo”, falando diretamente ao indivíduo Pedro, embora sabendo que essa verdade ecoaria nos corações de todos os sinceros. Somente os que são lavados pelo próprio Cristo tem parte nas coisas de Deus.

Pedro já havia se lavado no batismo do Jordão, mas faltava os pés, símbolo da ação, do ir e anunciar o evangelho do reino de Deus. Pedro já tinha ouvido o conhecimento da verdade, mas faltava a prática. Faltava lavar os pés para caminhar (ação) purificado e passar pelas provações que viriam e chegar até o momento em que sua cabeça seria ungida com uma lingueta de fogo (espírito) no pentecoste.

Jesus quer nos purificar dos pés à cabeça. Começa nos pés, pois todos começamos de baixo até receber do Senhor a exaltação, quando o Seu espírito habitar em nossas mentes (cabeça).

Deus e Cristo Jesus sejam louvados! Amém.