Pão Matinal (27 Jan 22)

Generic placeholder image

É HORA DE PLANTAR

Quando um trabalhador do campo resolve arar uma área nunca plantada, faz isso por dois motivos:

1. Quer aumentar a quantidade de grãos da sua colheita, por esperar um ano bom, com chuvas abundantes e no tempo certo;

2. Ou, por entender que as terras já trabalhadas não estão dando mais os frutos esperados.

O segundo conselho é não plantar entre espinhos. Lançar a semente entre espinhos, cria-se dois problemas:

1. A planta não se desenvolverá como esperado, pois os espinhos a sufocará;

2. Na época da colheita, as plantas que conseguirem frutificar, oferecerá perigo para aquele que colhe.

O Senhor faz essas duas advertências ao remanescente, aqui simbolizado pelos judeus e moradores de Jerusalém.

Essas advertências servem para o remanescente do tempo do fim, de hoje, ou essa palavra ficou perdida na história passada?

Acreditamos que esse conselho serve muito mais para esse tempo do que para o passado. O remanescente do presente precisa atentar para esses dois preciosos conselhos.

Chegou a época de lavrar as terras virgens: (1) Estudar aquilo que o sistema religioso não ensinou, mas ocultou; (2) Lançar a semente do evangelho para novas pessoas, já que as antigas ou mesmas não têm dado o devido valor a semente e não tem produzido à contento; (3) Coragem para experimentar o vinho novo, sendo um vaso novo; […]

Chegou a época de lançar a semente com cuidado, em terra boa, sem espinhos: (1) Pregar o evangelho para quem estar disposto a ouvir e não para aqueles que desprezam, não querendo ouvir a Palavra, pois estão cheios das doutrinas de sua instituição, crendo ter a verdade, mas testemunhando que sua “verdade” teme a investigação; (2) Evitar aqueles que gostam de disputar, polemizar para se exaltar e obter reconhecimento do seu conhecimento cultural e filosófico; […]

É tempo de pregar o evangelho do reino eterno, pois se aproxima tempos bons de chuva, temporã e serôdia, cuja previsão profética é de colheita sem precedentes, mas para isso, lavradores dispostos para encarar a pesada labuta e serem capacitados pelo espírito de Cristo com discernimento para lançar a boa semente no lugar certo.

Deus e Cristo Jesus sejam louvados! Amém.