Pão Matinal (28 Jul 21)

Generic placeholder image

VIVER PARA AS OVELHAS

No capítulo 34 do livro de Ezequiel há uma sentença contra todos os pastores (líderes religiosos) que escolhem apascentar a si mesmo.

Como fazem isso? O próprio contexto de Ezequiel 34 explica: Explorando o que as ovelhas têm. Carne e lã. Com a carne das ovelhas se deliciam cedendo aos seus desejos mesquinhos. Com a lã, comercializam para enriquecerem com os tesouros passageiros deste mundo.

Os líderes religiosos que pensam só no seu bem-estar; Que vivem arrancando os poucos recursos dos seus seguidores para esbanjar com suas luxúrias, estão perfeitamente enquadrados nessa profecia.

Eles aprenderam a ser assim o mercenário, o inimigo das nossas almas. O seu mestre não é Jesus Cristo, o verdadeiro e bom pastor.

O verdadeiro Pastor não pensa em si mesmo, mas entrega completamente como servos das ovelhas. Ele vive vinte e quatro horas por dia para promover o bem-estar das ovelhas. Buscar os melhores pastos verdejantes e as fontes de águas tranquilas, longe do alcance dos predadores, é para ele como um dever.

O Bom Pastor dá a vida em vida. Ou seja, tudo o que é e possui é empregado em prol das suas amadas ovelhas. Dar á vida, nem sempre significa morrer por alguém, mas viver em prol de alguém. Assim é Cristo para Sua igreja. Isso se parece com os líderes religiosos de hoje?

Se mesmo diante de palavras tão óbvias, claras e diretas: “Eu sou o bom pastor”, ainda não conseguimos enxergar que apenas Cristo é o único e verdadeiro Pastor, isso significa que as mensagens dos homens que comandam os sistemas religiosos, calaram fundo em nossa mente, cauterizando e impossibilitando de compreender as verdades mais simples.

O que o sistema religioso fez com as pessoas, cegando-as, é tão grave que além do profeta Ezequiel, os profetas Zacarias e Jeremias falaram da ira do Senhor contra esses líderes:

“Contra os pastores se acendeu a minha ira…” (Zc 10.3);

“…e os pastores prevaricavam contra mim…” (Jr 2..8)

“Portanto assim diz o Senhor Deus de Israel, contra os pastores que apascentam o meu povo: Vós dispersastes as minhas ovelhas, e as afugentastes, e não as visitastes; eis que visitarei sobre vós a maldade das vossas ações, diz o Senhor” (Jr 23.2).

O reinado dos pastores maus acabou quando Cristo Se apresentou como o Bom Pastor (João 10.11 e 14).

Deus e Cristo Jesus sejam louvados! Amém.